terça-feira, 21 de outubro de 2008

Desabafo

Criei esse blog para vários própositos, um deles é poder escrever o que sinto, e colocar pra fora tudo que "não podemos" ou não devemos....Fui uma vez numa palestra de VP com minha mãe, e lá eles falam que gordo engole até sapo, e depois precisa ficar comendo pra ver se o "bicho" desce.
Sou a filha mais velha e tenho mais dois irmãos, o do meio de 26 anos começou a namorar uma moça 7 anos mais velha, nada demais, mas esse fato o deixou um tanto quanto inseguro, outro fato foi que ela já formada e com uma carreira caminhando....Ela sempre fazendo de tudo para agradar todos da família, toda carinhosa, prestativa, aquela pessoa que topa tudo, acha tudo muito lindo, mas nunca deixou de mostrar sua personalidade forte e determinda, o que seria até uma qualidade. Mesmo com muito agrado, alguma coisa nos olhos dela, não me mostrava sinceridade, mas fiquei com medo de estar sendo injusta. Ela sempre me chamava para fazermos coisas juntas ( shoppings, lanchonetes, médicos), eu sempre me esquivava, pq mesmo com muito agrado, não conseguia achar que aquela "amizade" era sincera.
3 meses de namoro ela engravidou, falou que se meu irmão quisesse assumir tudo bem, mas se não quisesse também não teria importância, pq ela queria engravidar, por causa da idade, etc.....
Meu irmão ficou radiante com a gravidez, e da família fui a primeira a saber, adorei a novidade também, depois meus pais, que ficaram muito felizes....
Durante a gravidez "uma meleira" só com todos, com minha filha que ficou adorando a "tia", pra mim sempre tudo muito estranho, e me sentia até mal com esse sentimento pq ela nunca tinha feito nada .
Meu sobrinho nasceu e desde o primeiro momento amado por todos, e aí começou a cair a mácara da dita cuja, mesmo que sutilmente, mas suas atitude não eram as mesmas dos meses anteriores....
Pela distância e por ela trabalhar muito , combinou que deixaria o menino uma vez por semana, na casa dos meus pais assim ela trabalharia sossegada e meus pais viam o menino o dia todo.....nesse dia, ficavamos todos esperando e contando os minutos pra ver o menino, era uma alegria só......No final do ano passado, ele estava na casa dos meus pais acordando, e eu fui pegar ele da cama, ele todo suadinho falei pra minha mãe " que azedinho mais gostoso", beijei e cheirei muito ele.....passou um tempo ela foi embora, chegando na casa dela falou pro meu irmão que eu tinha chamado ela de porca, e que o menino estava azedo....Era Natal, meu irmão apareceu pra tirar satisfação, eu sem entender direito e ele "acreditando" nela, um clima pesado....chorei muito....
Em março levei um brinquedo da minha filha na casa dos meus pais para os dois brincarem juntos, numa alegria só, brincaram a manhã toda, almoçaram , minha mãe deu um banho nele, ele dormiu e eu fui embora com minha filha, a noitinha meu irmão levou ele embora, um dia gostoso, sem nenhum problema.....No outro dia uma bomba, ele ligou falando que ela tinha passado a noite no hospital por causa do brinquedo eu tinha levado.....um arraso na família pela segunda vez......passou um tempinho ela voltou a deixar ele na casa dos meus pais ,mas com a condição de que fosse TUDO do jeito dela, e que nem eu e nem meus pais passassemos por cima da autoridade dela. Achamos um absurdo pq nunca fomos irresponsáveis, e quem era aquela pessoa vindo do nada pra mandar em mim e nos meus pais.....Eles cuidavam do menino com medo de tudo....um absurdo!!!!
Meu pai sempre com muito orgulho do neto, querendo exibir ele pra todo mundo, e eu sempre brincando muito com ele, quando ia fazer bolo tanto menino qto minha filha , ajudavam, faziam aquela meleca, eles adoravam, ele grita de felicidade qdo me vê chegando ....( reflexo de que ninguém faz mal ao menino)....
Faz 10 dias , passei final da tarde pra ver ele,pq tinha tido prova na faculdade e de manhã não tinha dado tempo, foi só um beijinho pq pelo horário tinha que ir buscar minha filha na escola, meu pai falou que ia comigo assim meu sobrinho via a prima. (a escola dela fica 5 min, de carro da casa dos meus pais)nesse tempo minha CUnhada ligou falando que estava indo buscar o menino, minha mãe ficou em pânico ( ela deixa qq um nervos), e falou que ja estávamos chegando da escola, a fulana fz um escândalo no tel, falando " aquela uma não me obedece mesmo" e desligou na cara da minha mãe....outro auê, meu irmão veio buscar o menino um tempão depois falando que ja tinha acontecido um show na casa deles.....um absurdo!!!! desde esse dia não tivemos nenhuma notícia deles.
Todos nós estamos com o coração apertado, com saudades do pequeno....Mas pra ter o menino por perto temos que aceitar as condições dessa FILHA DA PUTA, ?????
Meus pais sempre lutaram muito pelas coisas, temos uma família unida, bonita, nunca tivémos problemas com ninguém, temos nossos valores, o menino não estava na casa de pessoas irresponsáveis, por isso acredito que não temos abaixar a cabeça e aceitar ordens!!!!
Ela uma VACA ORDINÁRIA que usa os sentimentos das pessoas pra ter o que quer , e o que lhe convêm e o pior olhando só pro umbigo dela, mexe com os sentimentos das crianças ..... onde está o direito do menino de conviver com a família que ele ama????
Meu irmão um BANANA, que aceita tudo quieto, pq é conveniente já que ela tem uma condição financeira melhor que a dele, assim ele usufrui do bom e do melhor.....que falta de caráter!!!!!

Não quero mais engolir sapos!!!!!!!!!!

Um comentário:

Ana disse...

Ai, Renata... Tem uma situação MUITO semelhante na família do meu marido...

Um conselho (ou uma ergunta): vcs já pensaram em sentar todo mundo, numa mesa, e colocar tudo em pratos limpos? Conversar direito? Expor todas as idéias?

Sem deixar de lembrar que qdo filho nasce, mãe de primeira viagem é insuportável mesmo... Afff... Eu fui, até minha filha completar 1 ano, a maioria das mães é... Ainda mais com família de marido. Por esse lado, dá um desconto!

Mas a melhor saída é SEMPRE a conversa!


Desejo "melhoras" aí!

Recomeço